loading
30 Nov

O Dilema

A convite da SIC, falei hoje de um grande dilema da minha vida, no programa “A Vida nas Cartas – O Dilema”. Alguém teve oportunidade de assistir?

Quando tinha 20 e poucos anos, surgiu a oportunidade de emprego de ser professor de música. No trabalhado que tinha na altura – como barman – ganhava o dobro, mas a minha voz interior disse-me para arriscar. E ainda bem que o fiz!

 

Vejam aqui o video -> https://youtu.be/BBxapoAaOWc

 

Beijinhos e abraços

Até à próxima quarta!

#aboutemanuel #emanuel #blog #nascemosparaserfelizes

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscrever

( 6 )
  • Ricardo Lopes

    Olá Viva Emanuel,

    Este dilema converteu-se numa decisão acertada. Por vezes, um passo atrás é imprescindível para se dar dois em frente. Ganhou-se um excelente músico e perdeu-se um excelente barman. Por uma simples razão, tudo o que faz é bem feito fruto do rigor, disciplina e trabalho. No seu livro ” Nascemos para ser felizes” estes valores estão bem presentes. É só ler e absorver cada capítulo.

    Um abraço!

    Responder
    • Emanuel

      Caro amigo Ricardo, tem toda a razão! Às vezes temos que fazer escolhas na vida, e temos que confiar no nosso instinto. No meu caso, estava tudo alinhado para acontecer assim, certamente… Um grande abraço!

      Responder
  • Margarida Salvador

    É verdade, por vezes ao longo da vida somos confrontados com alguns dilemas. Penso que é o destino a pôr-nos à prova. Será das poucas vezes em nos é dado a opção de escolha. Nesses momentos há que ter uma grande lucidez de espírito para escolher o caminho certo. No teu caso, e para felicidade de todos nós, escolheste o caminho da música. Essa escolha provou que nem sempre devemos escolher o caminho que nos parece mais fácil (no teu caso pela questão monetária). Até sempre. Beijinhos

    Responder
    • Emanuel

      Sim,
      e importante termos lucidez, mas também é importante termos sorte, e importante confiarmos na nossa “voz interior”. Acho que o conjunto de todas estas coisas fez com que hoje estejamos todos aqui :)

      Um grande beijinho Margarida, e tudo de bom!

      Responder
  • Luís Fernando

    Olá Américo. Essa tua decisão foi uma mais-valia para a minha vida.
    Teria uns 20 anos quando decidi aprender a tocar guitarra em Odivelas e fui parar precisamente às tuas mãos.
    Ensinaste-me as bases que até hoje me têm permitido evoluir e desfrutar do prazer de tocar um instrumento.
    Lembro-me frequentemente do som “limpo” que saía das cordas da tua guitarra e que eu sempre procuro igualar (nem sempre com êxito).
    Um grande abraço e sinceros parabéns por todo o sucesso.

    Responder
    • Emanuel

      Caríssimo Luís, fico muito contente que esta decisão tenha influenciado positivamente a tua vida!
      A música torna-nos mais felizes, não torna? Grande abraço e bom ano!

      Responder